54). Estes insetos seguem o ataque de pragas primárias e são geralmente encontrados em grande número associados com Sitophilus oryzae (United States Department of Agriculture, 1986). 62). Podem ocorrer juntas em massa de grãos, sendo a densidade populacional variável, dependendo da região em que ocorre. A eclosão das larvas ocorre em 4 dias, a 30 oC e 70% de UR; as larvas são brancas, alongadas, achatadas, muito ativas e quando totalmente desenvolvidas, medem cerca de 5 mm. Ciclo biológico: A fêmea faz um pequeno orifício na superfície do grão e deposita um ovo no seu interior, fechando o mesmo com uma secreção serosa (Evans, 1981; Cotton & Wilbur, 1982). O ciclo evolutivo, a 30 oC e 70% de UR, dura cerca de 30 dias quando criado em germe de trigo (Haines, 1991). Geralmente as populações são formadas por mais de uma espécie de Cryptolestes (Fig. Desta maneira, esta espécie é um bom indicador de grãos armazenados que apresentam ataque fúngico (United States Department of Agriculture, 1986). O ciclo evolutivo é completado em um período de 30 a 70 dias, de acordo com a temperatura e UR; os adultos podem viver acima de 4 meses (Hill, 1990; Haines, 1991). O Stegobium paniceum é muito semelhante em aparência a L. serricorne, mas é mais alongado e cilíndrico, apresentando os élitros distintamente estriados. Populações de Sitophilus oryzae, originárias da infestação de 100 indivíduos em grãos de trigo em diferentes umidades e temperaturas. Produtos: Um grande número de produtos serve de alimento tanto para as larvas quanto para os adultos, incluindo cereais e seus produtos, nozes, especiarias, café, cacau, frutas secas e ocasionalmente oleaginosas. Produtos: Tanto a larva quanto o adulto atacam alimentos de origem vegetal, especialmente grãos e seus produtos. Larvas - são imóveis, alimentando-se vorazmente do próprio grão. A espécie é muito semelhante morfologicamente a Sitophilus zeamais, podendo ser separadas somente pela observação da genitália. 65). Normalmente uma larva consome totalmente um grão de trigo ou arroz durante o seu desenvolvimento, mas em milho diversas larvas podem desenvolver-se em um único grão. A identificação das espécies de Carpophilus encontradas no armazenamento é muito difícil em função destas serem muito similares (Haines 1991, Pacheco & De Paula, 1995). Nas regiões tropicais e subtropicais do mundo, este inseto é praga de considerável importância (Fig. Condições ótimas parecem estar em torno de 33°C e 70% de UR, quando o ciclo evolutivo dura, em média, 23 dias. O ciclo evolutivo é completado em menos de 20 dias a 28 oC e 85% de UR (Pacheco & De Paula, 1995). O sintoma do ataque nos grãos é caracterizado pelos orifícios de emergência dos adultos (Gallo et al., 1988). Este inseto é raramente encontrado em grãos armazenados em boas condições. Diversas espécies de Carpophilus ocorrem tanto no campo quanto no armazenamento, em uma grande variedade de produtos (Fig. 60). Estes insetos têm grande mobilidade dentro da massa de grãos (Hill, 1990; Haines, 1991). Ciclo biológico: Os ovos podem ser colocados diretamente sobre o material alimentar ou em cavidades nos grãos. Desenvolvem-se dentro dos grãos. 58), principalmente para produtos de alto valor comercial , como o café, do qual é considerado praga primária. Danos: Larvas e adultos são pragas secundárias em cereais e mostram preferência pela região germinal do grão, porém, causam severos danos em produtos farináceos, onde sua presença deve ser tratada com muita atenção. Este inseto é facilmente encontrado no campo, em espigas de milho danificadas ou mal empalhadas. Este inseto é comumente encontrado atacando fumo armazenado, porém não apresenta preferência por um determinado produto, sendo muito voraz e atacando até produtos de origem animal (Fig. Ciclo biológico: em grãos de café, são colocados cerca de 50 ovos (0,57 x 0,32 mm) por fêmea, isolados nas cerejas ou sementes (Lecato & Flaherty, 1974). Praga primária de leguminosas, principalmente do gênero Phaseolus, é originária das regiões tropicais da América do Sul e está disseminada pelas regiões quentes do continente americano, Europa e África (Fig. Danos: O consumo do grão e seus produtos é o principal dano, porém as larvas penetram no grão danificado para se alimentar seletivamente no germe, atacando também a região germinal de grãos intactos, resultando em redução do teor nutricional e da porcentagem de germinação. A 17°C o crescimento cessa e adultos submetidos durante 6 dias à temperatura de 4°C morrem (Hill, 1990). Cryptolestes ferrugineus (Stephens, 1831). Assim, alguns insetos necessitam, tal como as plantas, de um determinado número A larva branca e sem pernas (Fig. Ciclo biológico: Cada fêmea pode colocar de 150 a 600 ovos, a 25°C e 32°C, respectivamente, com uma média de 6 ovos (T. castaneum 0,60 x 0,31 mm, T. confusum 0,57 x 0,32 mm) por dia, durante 2 meses (Lecato & Flaherty, 1974). O S. oryzae e S. zeamais são pragas primárias internas, isto é, A longevidade média dos adultos foi de 11 dias para as fêmeas e 13,8 dias para os machos. Produto: atacam farinhas e grãos armazenados de todos os tipos, podem ainda ser encontrados em frutas secas, nozes, tortas e outros produtos. Causando severos danos, estes insetos geralmente iniciam a infestação na lavoura, o que faz com que o produto já chegue contaminado para o armazenamento. Considerados pragas primárias, estão entre as mais destrutivas pragas de grãos armazenados em todo o mundo (Fig. É encontrado em uma grande variedade de produtos, tendo no entanto preferência por produtos em deterioração onde se alimenta de fungos. Danos: Estes coleópteros geralmente agem como vetores de fungos e bactérias responsáveis pela deterioração de grãos e outros produtos, seja no campo ou no armazenamento (Haines, 1991). Além de milho e arroz, pode atacar outros cereais. 59 b) apresentam o ciclo de vida estudado (Mound, 1989). Danos : Tanto larvas como os adultos são prejudiciais e atacam grãos inteiros. Produtos: atacam frutos secos, grãos de cereais, amendoim, amêndoas de babaçu, tortas de oleaginosas similares (Haines 1991, Pacheco & De Paula, 1995).